sexta-feira, 30 de dezembro de 2011

Pesando o ano velho

Eu praticamente abandonei esse blog, mas não abandono as minhas tradições. Tem que ter um último post do ano, mesmo que eu saiba que ninguém mais me leia além de mim mesma.
Não sei o que aconteceu comigo, mas o meu repertório criativo sumiu. A vontade e o prazer de escrever continuaram, o problema era o que escrever. Não poderia vir e postar meia dúzia de palavras desconexas, né?

Como todo ano, eu crio muitas expectativas pro ano que vem, e quando o ano vai, vejo que nenhuma delas se cumpriu. E com 2011 não foi diferente. É tanta coisa que eu gostaria de ter feito, que eu gostaria de ter dito, lugares que eu gostaria de ter conhecido... queria ter feito amigos, vencer essa timidez que me persegue, mas não adianta agora ficar usando verbo no particípio, né? Mas o ano não foi ruim, apesar das minhas pendências. Comecei minha faculdade, amei e fui amada, conheci ótimas pessoas, fui bem feliz. Mas não deixo de querer mais.

Não faço mais promessas porque sei que não vou cumprir. Só quero que em 30 de dezembro de 2012, quando eu vier aqui fazer o último post do ano, a palavra "perfeito" esteja presente na definição do ano que passou.

Se ainda restou algum leitor, desejo um ano novo repleto de realizações e felicidades. Até 2012! :)

Nenhum comentário:

Postar um comentário