sábado, 8 de agosto de 2009

Capítulo 2 - Meu mundo caiu

O que eu mais queria era acordar daquele pesadelo. Ou então, chegar ao hospital e descobrir que tudo não passou de uma pegadinha de muito mau gosto. Num momento eu estava tão bem, e no outro... Meu mundo estava prestes a desmoronar.
Mesmo na chuva, resolvi ir andando, sem nenhum tipo de proteção. Segui o pensamento insano de que a água lavaria as minhas dores, mas de certa forma, isso me fez bem.

Chegando ao hospital, dona Regina me recebeu. A expressão dela não era das melhores, o que não me acalmou nem um pouco.

— Sua mãe está muito, mas muito mal mesmo. As chances de sobrevivência são mínimas. Já o seu marido... Digamos que ele esteja menos pior.

Que animador.

Passei a noite por lá mesmo, se dormi, foi muito pouco. Ambos fariam cirurgias, o que me deixou pessimista.
Fiquei com muito medo de perder uma das pessoas que tanto preciso pra viver.

E o pior aconteceu.

Um dos médicos veio andando em minha direção. Sua expressão não era das melhores, eu previa o que ele iria dizer. Tentei expulsar os pensamentos ruins, mas o que consegui fazer foi expulsá-los em forma de lágrimas.

— Eu sinto muito, ela não sobreviveu.
Meu mundo caiu.
-------------------------------------------------------------
Eu não me conformava. Não dormia, muito mal comia, e em maior parte do tempo eu chorava. Eu não era ninguém, perdi parte da minha vida.

Luis saiu do hospital duas semanas depois do acidente. Ele já sabia do que havia acontecido com minha mãe, e me apoiou muito, embora quem precisasse mais de apoio fosse ele. Ele era meu porto seguro.

Até que em um dia, ele sugeriu uma ida a um psiquiatra da família dele. A princípio estranhei a idéia, mas achei que me faria bem, então concordei.

Fomos.

Quem nos atendeu foi o próprio doutor. Sérgio, o nome dele.
Eu o olhei, e não acreditei no que estava acontecendo.

Percebi que estava enganada nos últimos dois anos.
---

Segundo capítulo, ma oeeee :D
Foi tenso dar continuação, eu não sabia muito bem o que escrever, maaas... saiu algo decente [eu acho] :D

Podem fazer um favor?
— Não

Digam o que acharam, só assim eu vou saber a opinião de quem lê :(

Não darei previsões do[s] próximo[s] capítulo[s].Vou escrever logo e deixar a[s] postagem[ns] programada[s].

Em tempo:
Adiaram DE NOVO a porra do começo das aulas.Não aguento mais ficar em casa sem fazer porra nenhuma -.-

Só isso.

Beijo da quase ex-gorda :*

10 comentários:

  1. Nossa que triste!mas eu tô ADORANDO essa história sua!
    Beijos!

    ResponderExcluir
  2. SAHSUAHSAUHSAUSHUASHUA'
    Mila, kaskei com tua última afirmação. Tô também morrendo de tédio na minha casa, não aguento mais essa rotina. E ainda falam de repor aula em fim de semana! Tá bom, como se fosse tão simples ¬.¬'
    Ah, sobre a história tô gostando. E agora quero saber porque ela havia sido enganada *-*
    Estou adorando MESMO. Continue logo, ok? Não me mate de suspense :X
    Adoro esse teu espaço. Te acho original, engraçada e você também sabe escrever bem.
    Beijos ;*

    ResponderExcluir
  3. QUE TRIIIISTE MEEEEEU ;-; pelo menos um sobreviveu!! E continua escrevendo loooooogo, quero ler maais e mais dos seus textos *-*

    muuito ruim adiarem as aujlas, eu tb odieeei!!

    ResponderExcluir
  4. É, as coisas ficaram difíceis pra ela mesmo... Mas quem sabe o Luis não ajuda ela a sair dessa?
    Tá legal!
    Beijos
    ps: tô te seguindo no twitter (Y)

    ResponderExcluir
  5. Oi linda!tem selinho pra ti lá no meu blog!
    bjos!

    ResponderExcluir
  6. Super intrigrante, quero ler =]

    ResponderExcluir
  7. LINDA, TO ACOMPANHANDO ASSIDUAMENTE SUA NOVELA!! TÁ BEM INTERESSANTE E TO MORTA DE CURIOSIDADE PRA SABER O Q VAI ACONTECER...
    TEM UM SELINHO PRA VC NO MEU BLOG, PEGA LÁ, FICARIA HIPER FELIZ!!!
    BEIJÃO

    ResponderExcluir
  8. Tom de Suspense brutal! uahauah'
    gostei gostei =]

    ResponderExcluir
  9. Hj to meia sem tempo pra ler, quando der eu passo aquie. Mais o laay do blog ta mto show *-*' Adorei :D'

    ResponderExcluir